Conheça os vencedores da acirrada Seletiva Olímpica

Conheça os vencedores da acirrada Seletiva Olímpica

999
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

As emoções foram fortes hoje na Arena Santos, onde se lutou a I Seletiva Olímpica Fechada do Taekwondo, com vista à formação da Seleção que representará o Brasil no Rio 2016. Os três melhores atletas de cada categoria em disputa (Feminino -49Kg e -57Kg e Masculino -58Kg e +80Kg) carimbaram o passaporte para a II Seletiva Olímpica Fechada, onde se definirá a Seleção Olímpica para os Jogos. Este segundo evento está agendado para o dia 14 de fevereiro, no Rio de Janeiro, e contará com a participação dos seguintes atletas:

Feminino -49Kg: 1º Natalia Diniz (SP);

Feminino -57Kg: 1ºRafaela Araujo (SP) ; 2º Julia Vasconcelos (SP) ; 3º Talita Djalma (SP) ;

Masculino -58Kg: 1º João Miguel Neto (PR); 2º Leonardo Moraes (SP); 3º Venilton Teixeira (AP)

Masculino +80Kg: 1ºAndré Bilia (SP); 2º Maicon Siqueira (SP); 3º Guilherme Felix (ES);

Confira aqui todos os resultados desta I Seletiva Olímpica!

Se na quadra as lutas foram tensas, na arquibancada as torcidas dos atletas disputavam também por se fazerem ouvir mais alto e darem uma força extra para os seus favoritos. Leonardo Moraes, atleta da casa que disputou na categoria -58Kg, foi um dos que melhor aproveitou a força da torcida, que estava bem animada e com muita energia. “Foi um campeonato muito bom, onde tive o privilégio de lutar em casa, com os amigos, a família e os parentes torcendo. Agradeço muito à Confederação por realizar esse evento, ainda mais em Santos. Depende muito de cada atleta, mas para mim a torcida me ajuda muito. Acho isso super importante e é sempre uma motivação a mais. A torcida te empurra, então também agradeço a todos os que vieram para me apoiar”, declarou o atleta santista.

O presidente da CBTKD, Carlos Fernandes, prestigiou o evento e comentou a prestação dos participantes na competição. “Acho que o pessoal foi bem cauteloso, ao mesmo tempo que as lutas foram bem acirradas. É um momento único representar o país dentro de casa, nuns Jogos Olímpicos. Não sabemos quando vai voltar a acontecer isso, por isso está todo mundo bem focado e determinado. Vemos que aconteceram algumas alternâncias, de alguns favoritos que foram surpreendidos, mas isso é bom, porque o nível competitivo aumenta. Isso é que é importante, pois os nossos adversários não vão facilitar para nós. Teremos de estar muito preparados”, declarou Fernandes.

A opinião do diretor técnico da CBTKD coincidiu com a do presidente da entidade. Alexandre Lima frisou a preparação dos atletas, dizendo que as chances de medalha do Brasil nos Jogos estão elevadas. “Estão extremamente preparados. Houve uma preparação específica para essa competição, o que não tenho dúvida de que é importante. As lutas foram muito parelhas, com um nível de dificuldade maior para todos. Isso mostra que os atletas estão se estudando mais, se preparando melhor e revelando que estão em condições de conquistar bons resultados e elevar nossas possibilidades de medalha nos Jogos Olímpicos”, concluiu o diretor técnico da CBTKD.

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente