RESULTADO DO PROCESSO DISCIPLINAR Nº. 003/2016

RESULTADO DO PROCESSO DISCIPLINAR Nº. 003/2016

stjd
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

 

BAIXE AQUI O RESULTADO  DO   PROCESSO DISCIPLINAR Nº. 003/2016

 

 

RESULTADO DO PROCESSO ABAIXO DISCRIMINADO:

PROCESSO DISCIPLINAR Nº. 003/2016

INFRATOR: JOÃO PEDRO CHAVES, brasileiro, solteiro, atleta, portador da carteira de identidade nº 7103689183, expedida pela SJS/RS, inscrito no CPF sob o nº. 024.921.840-21, residente à Rua Candido Betoni, nº. 117 – apartamento 201- Jardim Santo Antonio – Londrina- Paraná/PR. Atleta da Federação Paranaense de Taekwondo.  

VÍTIMA: ANDRÉ DE OLIVEIRA BILIA, brasileiro, solteiro, atleta, portador da carteira de identidade nº 13-061-323, inscrito no CPF sob o nº 341.460.058-76, residente e domiciliado na Rua Saracura, nº 35 – Campinas – São Paulo/SP. Atleta da Equipe de São Caetano do Sul.

PARECER DA PROCURADORIA:

Os documentos do processo acima mencionado foram recebidos pela secretária,  a qual abriu o processo de nº 003/2016 e, após, encaminhou para o Procurador Geral do STJD-TKD, o qual  encaminhou para a Procuradora Dra. Ana Carolina Guimarães.

Trata-se de notícia de infração formalizada pelo Diretor Técnico –  José Alexandre Barbosa Lima, sobre fatos ocorridos no Grand Slam de Taekwondo, realizado em Vitória/ES, no dia  20/03/2016, na luta da categoria -80Kg, entre os atletas André Bilia e João Pedro Chaves.

O atleta João Pedro se descontrolou, empurrando o atleta André, fora do campo de combate no momento da disputa e, entretanto, foi punido pela arbitragem, dentro das regras da modalidade com 01 Kyong-go.  O Atleta João Pedro, no final do combate fez uma declaração de próprio punho se retratando, dizendo que agiu no calor da emoção.

A Procuradoria analisou os documentos e a filmagem da Luta, observando que o empurrão dado foi de leve intensidade, sem o intuito de agressão, e sem potencial para causar danos físicos.

Assim opinou a Procuradora pelo ARQUIVAMENTO DO PROCESSO.

Maria Lúcia Ferracioli Cortes

Secretária STJD-TKD