Fórum Nacional e Workshop de Arbitragem criaram novas ideias para o Taekwondo Nacional

Fórum Nacional e Workshop de Arbitragem criaram novas ideias para o Taekwondo Nacional

14
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Vários membros da comunidade taekwondista estiveram reunidos, na tarde de ontem,  no Rio de Janeiro para debater o futuro  e o desenvolvimento do Taekwondo Nacional, através de duas iniciativas promovidas pela Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD).

Foram realizados o Workshop de Arbitragem, com o árbitro internacional Luis Mendoza,  e o Fórum Nacional de Taekwondo, de forma a engajar todos os presentes a contribuírem para a evolução do nosso esporte e arte marcial, com suas ideias.

“Queremos abrir a CBTKD à nossa comunidade, pois todas as nossas propostas são voltadas para os nossos praticantes e para a melhoria do futuro do Taekwondo Nacional”,  explicou o presidente Alberto Maciel Junior, na abertura do evento.

No Workshop de Arbitragem, Luis Mendoza, que foi apresentado como novo membro da Coordenação de Arbitragem da CBTKD, explanou para o público presente os propósitos das mudanças de regras de competição pretendidos pela Federação Mundial (WT).  “Além do fair-play, o principal objetivo é a transparência, tornar as regras claras tanto para quem está lutando como para quem assiste. Pretende-se a transparência do esporte, de forma a se alcançar também uma maior audiência e público para a nossa modalidade”, esclareceu.

Durante o Workshop, o novo coordenador nacional de Arbitragem, tirou  ainda diversas dúvidas de regras dos taekwondistas presentes no público, agradecendo à CBTKD a oportunidade de poder contribuir para o desenvolvimento do Taekwondo dentro do Brasil.

O Fórum Nacional de Taekwondo, teve como propósito ouvir os filiados da entidade, de forma a que as próximas decisões tomadas pela diretoria da CBTKD  no sentido de melhorar a modalidade e fortalecer os regulamentos futuros  sejam o mais adequadas e vão ao encontro das ideias da maioria do grupo.  “Neste fórum, queremos ouvir os nossos stakeholders, pretendemos abrir vários caminhos para elencar todas as possibilidades possíveis relativamente aos diversos assuntos que vamos tratar”, explicou Natalia Falavigna, Diretora Técnica da CBTKD.

Houve vários momentos de troca de informação entre o público e os membros da mesa, composta pela diretora técnica Natalia Falavigna, o vice-presidente Rivanaldo Freitas, o coordenador do evento Adelino Silva e o moderador do fórum Alan do Carmo.

Os principais temas de debate incidiram sobre a forma mais viável de melhorar e consolidar o Brasil no cenário internacional e a forma como cada um poderia contribuir; assim como os problemas atuais do cenário nacional e seus pontos fracos e fortes.  Entre outros assuntos, foi ainda discutida a unificação e padronização de faixas coloridas, assim como foram dadas sugestões e diretrizes sobre sistemas de competições, arbitragem, formação e capacitação de profissionais de áreas interdisciplinares.

O público presente mostrou-se bastante satisfeito pela iniciativa da CBTKD e sugeriu que este tipo de intercâmbio de ideias fosse aplicado novamente em próximas oportunidades.

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente