Gabriel Ramos conquista medalha de Bronze no Mundial Junior

Gabriel Ramos conquista medalha de Bronze no Mundial Junior

WhatsApp Image 2018-04-11 at 16.12.04
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Rio de Janeiro – O Brasileiro Gabriel Fabre Ramos conquistou a medalha de bronze, na categoria até 59 quilos, no Campeonato Mundial Junior, disputado na cidade de Hammamet, na Tunísia. Nesta terceira etapa do torneio, realizada nesta quarta-feira, dia 11/04, Gabriel venceu quatro combates até chegar à semifinal e garantir a terceira colocação. O torneio que reúne mais de 900 atletas, entre 15 e 17 anos, segue até sexta-feira, dia 13/04, com presença brasileira em todas as etapas.

Com esta conquista, Gabriel faturou a 25ª medalha brasileira em campeonatos mundiais, sendo a décima da categoria junior. Veja abaixo o quadro de medalhas do Brasil.

FABRE

– É muita felicidade poder representar o Brasil e conquistar esta medalha, mesmo não sendo de ouro. A competição está muito bem organizada e com nível muito alto. Na primeira luta queria que todas fossem rápidas, para acabar logo, mas consegui manter o foco na competição, com a ajuda do mestre Rodney. Algumas lutas foram bem difíceis, principalmente contra o mexicano e contra o Tunisiano. Me preparei bastante para o mundial, na equipe de São Caetano. – comentou Gabriel Ramos.

Paulista, de São Bernardo do Campo, Gabriel conquistou sua segunda medalha internacional, com 17 anos. Em 2017, Gabriel conquistou a medalha de ouro na etapa pan-americana do Presidents Cup, pela categoria junior, realizado em Las Vegas.

Para chegar ao pódio o brasileiro derrotou o português Nuno Vieira, o mexicano Norberto santamaria, o tunisiano Mohamed Khelifi e o chadiano Casimir Djinodi. Na semifinal, mais um duro confronto, com o turco Arslan Demir, em que o adversário levou a melhor, por 19 a 12 pontos.

Ainda na etapa desta quarta-feira, Sandy Macedo, dando sequência a sua boa temporada, venceu seus dois primeiros confrontos, mas ficou nas oitavas do final, ao não passar pela russa, Anastasiia Nosova, na decisão pelo “ponto de ouro”. Nas primeiras fases a brasileira levou a melhor contra a alemã, Vanessa Engels, e contra a iraniana, Mobina Shakeri, respectivamente.

Sandy garantiu o direito de representante do Brasil nos Jogos Olímpicos da Juventude – YOG, ao conquistar a medalha de bronze no evento qualificatório, disputado no último final de semana, também em Hammamet.

O Brasil também contou com a participação de Larissa Santos, pela categoria até 52 kg. Larissa venceu os dois primeiros confrontos, contra a italiana Alessia Napolano, e a portuguesa Lucia Leite, respectivamente, mas não passou pela norte-americana, Anastasija Zolotic, nas oitavas de final.

O Brasil volta a competir na manhã desta quinta-feira, na quarta etapa da competição, com Giovanna Schardosin, categoria até 59kg; Livia de Oliveira, categoria até 63kg; Matheus Carbinatti, categoria até 68kg; Ronald do Nascimento, categoria até .

Conheça a delegação brasileira que disputará o Mundial Junior:
Danielly Vitoria Gonçalves Neris – até 42kg
Cintia Soares Cardoso – até 44kg
Rosa da Silva Batista de Souza – até 46kg
Suzanna de Almeida Aquino – até 49kg
Larissa Nascimento Rossi Santos – até 52kg
Sandy Camila Leite Macedo – até 55kg
Giovanna Campos Schardosin – até 59kg
Livia Borba de Oliveira – até 63kg
Vander Wolliver – até 45kg
Pedro Eduardo Mota da Silva – até 48kg
Gabriel Thomaz Hubner Alves – até 51kg
Erick Luis Silva – até 55kg
Gabriel Fabre Ramos – até 59kg
Marcos Toledo de Souza – até 63kg
Matheus Carbinatti – até 68kg
Ronald Silva do Nascimento – até 73kg
Vitor Candido Porto – até 78kg

Patrik Pereira Cardoso – acima de 78kg

Equipe técnica:
Rodney Saraiva, Erickson Busatto, Fábio Lourenço, Bruno Igreja, Edgar Guimarães e Natália Falavigna – chefe de equipe.

Esta ação é organizada pela Confederação Brasileira de Taekwondo e conta com apoio do Comitê Olímpico do Brasil.

 

Quadro de medalhas brasileiras em Campeonato Mundiais – WTF
Ouro
2000 – Natália Falavigna – (-63) – Killarney – Junior
2005 – Natália Falavigna – (-72) – Madrid
2014 – Edival Marques – (-63) – Taipai – Junior

Prata
1993 – Alyson Yamaguti – (-54) – New York
1993 – Milton Iwana – (-64) – New York
1995 – Leonildes Santos – (-55) – Manila
1998 – Wallassi Aires – (-73) – Istanbul – Junior
2002 – Tamara Ferreira – (-42) – Heraklion – Junior
2005 – Marcio Wenceslau Ferreira – (-62) – Madrid

Bronze
1991 – Jorge Gonçalves – (-64) – Athen
1995 – Lúcio Aurélio Freitas – (+ 83) – Manila
1998 – Diogo Silva – (-63) – Istanbul – Junior
1998 – Marcel Ferreira – (-51) – Istanbul – Junior
1998 – Paulo Cavechia – (-59) – Istanbul – Junior
2000 – Marcela Pereira – (-44) – Killarney – Junior
2001 – Natália Falavigna – (-63) – Jeju
2007 – Natália Falavigna – (-72) – Peking
2007 – Marcel Ferreira – (-62) – Peking
2009 – Natália Falavigna – (+73) – Kopenhagen
2013 – Guilherme Dias Alves – (-58) – Puebla
2015 – Venilton Teixeira –  (-54) – Chelyabinsk
2015 – Iris Silva Tang Sing – (-46) – Chelyabinsk
2016 – Leandro Abner Souza –  (+ 78) – Burnaby – Junior
2017 – Maria Clara Pacheco –  (-47) – Sharm el Sheikh – Cadete
2018 – Gabriel Fabre Ramos – (-59) – Hammamet – Junior

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente