Iris Tang Sing conquista medalha inédita no Grand Prix de Londres

Iris Tang Sing conquista medalha inédita no Grand Prix de Londres

22730128_1488225384600982_4343606024904505623_n
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

No último final de semana, o Taekwondo Brasileiro teve mais uma importante e inédita conquista, visto que, pela primeira vez, na nossa história, uma atleta do gênero feminino subiu ao pódio de um Grand Prix. Íris Tang Sing conseguiu esse feito, ganhando a medalha de bronze da categoria -49Kg,  no Grand Prix Series 3, realizado de 20 a 22 de outubro, na Copperbox Arena, em Londres/Reino Unido. Até à data, apenas Guilherme Felix e Guilherme Dias tinham conquistado medalha de prata, em 2013 e 2014, respectivamente.

A trajetória de Iris Sing até à medalha levou três lutas. Após ter ficado de bye na primeira rodada, a participação de Iris Sing no evento começou no confronto com a italiana Erica Nicoli, 20ª no Ranking Olímpico, de quem a brasileira ganhou de 19×14.

Nas quartas de final, Iris Sing enfrentou Dina Pouryounes Langeroudi, atleta de origem iraniana, radicada na Holanda, mas que atualmente integra o Seleção de Refugiados da Federação Mundial de Taekwondo (WT).  Nesta luta, a representante brasileira venceu de 33×13, passando à semifinal, o que já garantia a subida ao pódio.

Na semi, a tailandesa Panipak Wongpattanakit, líder dos Rankings Olímpico e Mundial foi a vencedora do confronto, deixando Iris em terceiro lugar nesta competição, que vale 40 pontos.

Panipak Wongpattanakit encerrou o evento como campeã, seguida da sérvia Tijana Bogdanovic (3º lugar no Ranking Olímpico), que se sagrou vice-campeã. A outra medalha de bronze foi conquistada pela atleta turca Rukiye Yildirim (6º lugar no Ranking Olímpico).

Atualmente, Iris Sing é a atleta brasileira com a melhor colocação no Ranking Olímpico, ocupando o 9º lugar. Com a conquista dos pontos do Grand Prix, a atleta deverá subir algumas posições na próxima edição do Ranking.

A Confederação Brasileira de Taekwondo parabeniza a atleta pelo resultado e por este marco histórico para a sua carreira e para o Taekwondo nacional.

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente