NOTA PÚBLICA SOBRE A UTILIZAÇÃO DOS WILD CARDS PARA O GRAND SLAM DE TAEKWONDO

NOTA PÚBLICA SOBRE A UTILIZAÇÃO DOS WILD CARDS PARA O GRAND SLAM DE TAEKWONDO

17190348_1208250485949734_3721861230834197675_n
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

A Confederação Brasileira de Taekwondo, na prerrogativa que lhe confere o Estatuto e as normas para o processo seletivo 2017, vem informar a toda comunidade taekwondista que está utilizando o critério de Wild Card para escolha de mais dois atletas para o Grand Slam 2017, um da categoria Adulto Masculino e outro para a categoria Adulto Feminino, mediante as seguintes justificativas:

CATEGORIA ADULTO MASCULINO – ATÉ 58 kg
Indicar o atleta JOÃO MIGUEL NETO para compor o processo seletivo do GRAND SLAM através do critério WILD CARD pelo seguinte desempenho:

1) Reserva da Seleção Olímpica Rio2016, tendo sido fundamental para o treinamento do titular da vaga da categoria -58Kg, Venilton Torres ;
2) Venceu a primeira Seletiva Olímpica, em Santos;
3) Campeão do Pan Americano Open, em 2016, em Queretaro/México, sendo o maior destaque dos atletas brasileiros na competição;
4) Vítima de erro dos oficiais de DOPING durante o Open do Egito, em 2015, a WTF reconheceu o erro, inocentando-o sumariamente, sendo que tal fato causou enorme prejuízo desportivo e moral ao atleta.
5) Entrou já em 2013 na Seleção Adulta, se mantendo até 2015 entre titular e reserva
6) Atleta titular da Seleção Brasileira Júnior 2011 e 2012,destaque nos dois anos. Em 2011 foi medalha de Prata no Pan Americano em Las Vagas e, em 2012, venceu duas lutas e perdeu na disputa de medalha no Mundial Júnior em Sharm El Sheik.

CATEGORIA ADULTO FEMININO– ATÉ 57 kg
Indicar a atleta TALITA FERNANDES DJALMA para compor o processo seletivo do GRAND SLAM, através do critério WILD CARD pelo seguinte desempenho:

1) Reserva da Seleção Olímpica Rio2016- A atleta Talita Djalma se dedicou 100% para a vaga olímpica, estando disponível para a CBTKD em qualquer eventualidade, caso a atleta titular não pudesse estar apta a participar.
2)Atleta titular da Seleção Brasileira 2015
3)Campeã no Argentina Open 2015
4)Vice-campeã no Espanha Open 2015
5)Campeã no Colômbia Open 2015
6)Campeã no Oregon Open – 2015
7)Ouro no Sul-americano – 2015
8) Reserva da Seleção Brasileira 2010,2011,2012,2014,2015

Valdemir Medeiros 

Superintendente CBTKD

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente