Presidente da CBTKD compõe mesa da AGE do COB na última semana

Presidente da CBTKD compõe mesa da AGE do COB na última semana

IMG_6981
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

No dia 11 de outubro, o presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD), Alberto Maciel Junior, participou da Assembleia Geral Extraordinária (AGE) promovida pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB)  para oficializar a efetivação de Paulo Wanderley como novo presidente da entidade até 2020 e  deliberar sobre a suspensão imposta pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).    Também foram apresentadas propostas para a modernização da gestão do esporte olímpico do Brasil, como a  reforma do estatuto do COB, que deverá acontecer no prazo de 45 dias,  liderada por uma comissão definida nesta AGE, que se comprometeu a ouvir os vários setores do esporte nacional.

Além de ter sido convocado para participar do AGE, Alberto Maciel Junior foi convidado para compor a mesa junto à diretoria do COB, como representante de uma das confederações cujos presidentes estão em seu primeiro mandato, iniciando trabalhos inovadores em suas entidades.

O mandatário da CBTKD acredita que, durante  a presidência de Paulo Wanderley, haverá a manutenção do apoio do COB às filiadas e que o fato dos novos presidentes terem sido convidados a compor a mesa junto à diretoria do COB  foi uma demonstração de que a entidade pretende continuar as parcerias com as filiadas,  com um apoio total e trabalho eficiente, sobretudo com relação às que enfrentam impasses administrativos, como a CBTKD, que em 2017 não teve o repasse dos recursos da Lei Agnelo/Piva, em virtude da situação judicial que atravessou, com processo de intervenção, e da inadimplência com relação à prestação de contas de alguns projetos na gestão anterior, no período de 2014 a 2016.

No entanto, o COB  vem apoiando a CBTKD em todos os sentidos, e orientou que o valor orçamentário destinado à entidade fosse utilizado para a realização de projetos técnico-esportivos em benefício direto aos atletas, como participação em competições internacionais, treinamentos, etc. Desta forma, a CBTKD elaborou os projetos, que foram aprovados pelo COB e estão sendo colocados em prática com os recursos da Lei Agnelo/Piva (conforme citado acima), sem que os mesmos sejam repassados para a Confederação, fazendo com que, desta forma, os atletas não sejam prejudicados pelo impasse administrativo que a CBTKD passa com relação a este assunto.

 IMG_7361 IMG_6969 IMG_6981

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente